Posts Tagged ‘pandas’

one

August 20, 2010

É, cedi aos blogs novamente.

Twitter nunca foi minha praia mesmo, cerca de 90% dos meus tweets são cantoria. Algumas vezes eu chegava até a pensar “Get a bathroom, you two.” Enfim, era pra ser um site onde as pessoas dizem o que estão fazendo, o que diga-se de passagem, meio que estraga o propósito de fazer alguma coisa. E quem consegue fazer alguma coisa sem sentir aquela urgência em informar à todo mundo o quê, bom, acaba aparecendo só pra informar todo mundo sobre os momentos de tédio. Talvez na esperança dos pesquisadores, que coincidentemente te seguem lá, terem descoberto a cura para essa maldição que nos assola. Preciso dizer que é em vão? Ou o quanto?

O que realmente acontece ali é uma baita dança pra fazer alguma coisa caber em 140 caracteres, mas você acaba falando sozinho. Você pode até expressar sua opinião ali, mas grande parte dos seus seguidores não tem o mínimo interesse no que você tem a dizer. Parte disso se deve ao fato de que praticamente nada que preste cabe em 140 caracteres. Os melhores trechos das músicas eu não consigo nem transcrever ali. Meus tweets favoritos são alguns meus mesmo, não é narcisismo (um pouco, talvez), é um jeito de separar os que eu gosto de ter fácil acesso. Inclusive, é engraçado que algumas perguntas no twitter acabam tendo que se tornar retóricas (o que infelizmente não funciona pra maioria delas), só assim quem a fez consegue se esquivar de ter sido brutalmente ignorado. Ou o contrário, vide milhares de pessoas que insistem em direcionar tweets à celebridades todo dia. Não estou dizendo que isso é bobagem, alguns realmente respondem. Alguns realmente se importam com feedback e perguntas, ou até mesmo elogios e agradecimentos por inspiração.

Quem acessa blogs está muito mais propenso a rolar a página e ler o que o indivíduo escreveu. RSS feeds são o leite do café, o nesquik/achocolatado do leite; ah, foda-se, o açúcar do morango dos blogs. De verdade, tendo um bom leitor de feeds disponível, não tem erro. Pra quem não sabe, vou até fazer um post falando um pouco sobre RSS e recomendando um leitor.

Acho que falei sobre todos os assuntos que queria abordar nesse primeiro post do blog. Não vou abandonar, não é nada passageiro. É uma meta que estabeleci e um passatempo que quero ter. Gosto pra caralho de escrever e vou cobrir isso também mais pra frente. Todo e qualquer feeback será sempre bem-vindo, seja um comentário ou e-mail.

Quick and to the pointless? Ou melhor, direto ao ponto?
Aqui vou não só expressar minha opinião sobre diversas coisas, meio que vou falar sobre whatever the fuck I want. Também farei recomendações de filmes, música, livros, séries, até de alguns softwares/addons. Ou outros blogs e sites. Dificilmente, mas ainda é possível, vou falar sobre o meu dia. Não pretendo desabafar, gosto de deixar minha cabeça se virar com dramas e problemas do cotidiano. Inclusive, li uma pesquisa que diz que desabafar dessa maneira até piora o stress. No joke.

Ah, por último, a imagem.  Quase esqueci de falar dela. É só um pouco de sabedoria oriental que eu queria dividir. São meio que guidelines da minha vida. Aprendizes dessas duas artes não são chamados de gafanhotos, aliás.

Advertisements